Z1\

estamos acompanhando as obras do canal do jordão , desde o seu inicio até o final. queremos agradecer ao governo do estado, em especial a secretaria das cidades, através da cehab, pelo inicio desta obra. o movimento de luta pelo revestimento do canal do jordão vem lutando por esse sonho e só através de um governo popular, estamos vendo ele sair do papel. além das obras do canal, você pode ver as postagens antigas, que mostra como conseguimos esta obra.
este blog é seu,
divulgue-O


sábado dia 17 de abril, a vergonha continua

object style="background-image:url(http://i1.ytimg.com/vi/dfky3fL94po/hqdefault.jpg)" width="425" height="344">

rede globo homenageia dilson por sua luta peo canal do jordão

dilson martins

assista dilson agradecendo liberação de verbas para o canal do jordão ao presidente lula.

reportagem da rede globo

PRA CURITR

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

"OS RATOS QUE VIVEM DENTRO DOS CANAIS, QUE SE CUIDEM"

Sessenta e cinco canais da cidade passarão pela faxina. Ao todo, serão utilizados cerca de 600 quilos de veneno e três tipos de iscas Publicado em 14/01/2013, às 07h30 Do JC Online Canal do Arruda, na Zona Norte da capital, é um dos mais críticos Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem Dando continuidade ao trabalho de faxina que vem fazendo no Recife, a gestão de Geraldo Julio (PSB) inicia, nesta segunda-feira (14), uma operação para desratizar os canais da capital. Ao todo, serão utilizados cerca de 600 quilos de veneno e três tipos de iscas. A intenção é eliminar roedores de 65 cursos-d’água. Casas localizadas às margens dos canais também serão higienizadas. A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) é parceira da ação. O veneno será colocado em pontos estratégicos, principalmente em áreas onde há acúmulo de lixo. “O material não oferece risco à população. São colocados disfarçadamente para evitar que crianças tenham contato. É importante que a população não jogue lixo nos canais. Sendo assim, além da leptospirose, evitamos outros riscos, como a dengue”, informa Otoniel Barros, gerente do Programa de Saúde Ambiental.

Nenhum comentário: