Z1\

estamos acompanhando as obras do canal do jordão , desde o seu inicio até o final. queremos agradecer ao governo do estado, em especial a secretaria das cidades, através da cehab, pelo inicio desta obra. o movimento de luta pelo revestimento do canal do jordão vem lutando por esse sonho e só através de um governo popular, estamos vendo ele sair do papel. além das obras do canal, você pode ver as postagens antigas, que mostra como conseguimos esta obra.
este blog é seu,
divulgue-O


sábado dia 17 de abril, a vergonha continua

object style="background-image:url(http://i1.ytimg.com/vi/dfky3fL94po/hqdefault.jpg)" width="425" height="344">

rede globo homenageia dilson por sua luta peo canal do jordão

dilson martins

assista dilson agradecendo liberação de verbas para o canal do jordão ao presidente lula.

reportagem da rede globo

PRA CURITR

sexta-feira, 13 de maio de 2011

'PROTESTO REALIZADO HOJE NO JORDÃO


ROTESTO
Revoltados com alagamentos, moradores do Jordão "enterram" governador e prefeitos
Eduardo Campos, João da Costa e Elias Gomes foram alvo de protesto dos moradores do Jordão, que não aguentam mais os constantes alagamentos na área
Publicado em 13/05/2011, às 09h02
Do JC Online

Moradores reclamam que o canal está estourado há mais de 30 dias
Foto: Aline Souza/ Especial para o JC
Moradores do Jordão, Zona Sul do Recife, inventaram uma forma diferente de protestar contra os constantes alagamentos na área e os transbordamentos do Canal do Jordão. Na manhã desta sexta-feira (13), eles promovem o "enterro simbólico" do governador Eduardo Campos e dos prefeitos João da Costa (Recife) e Elias Gomes (Jaboatão).

Para tanto, conseguiram um caixão de verdade, com o dono de uma funerária da localidade. O mesmo boneco representa os três políticos. "A população não aguenta mais tanta promessa. Todos os anos a comunidade do Jordão sofre com o transbordamento do Canal do Jordão. As ruas viram rios. A Avenida Maria Irene já é conhecida, mas as autoridades não fazem nada para melhorar nossa situação. Promessa, existe muita. Queremos ver é ação", explica Dilson Martins, um dos organizadores do "enterro".

A inclusão do prefeito Elias Gomes, segundo Martins, acontece porque o Jordão fica na divisa entre as cidades de Recife e Jaboatão. "Fica um jogando a responsabilidade para o outro, porque o bairro fica entre as duas cidades. Algo precisa ser feito", reclama.

Nenhum comentário: